• Lara Roseiro

JANELA INDISCRETA-INTERIORIDADES: HELDER ALFAITE GALERIA ARTE

Updated: Feb 14


LARA ROSEIRO

«A casa, mais ainda que a paisagem, é um “estado de alma”. Mesmo reproduzida no seu aspeto exterior, ela fala de uma intimidade». Gaston Bachelard


A interioridade da Casa, como refúgio íntimo, continua a dar mote ao processo criativo. Este território do foro privado, um habitáculo da alma, torna-se o ponto de partida de um espaço reservado que confere interioridade e simboliza um recipiente de todas as intimidades. A Casa é, pois, o lugar físico habitável pela presença humana que alberga a alma dentro de si como uma marca invisível.


Os cenários interiores, não acessíveis mas reconhecíveis ou imagináveis, evidenciam aberturas e orifícios que convidam à participação do observador. O ato de espreitar através da fresta, postigo, fechadura, janela ou porta para a interioridade do Outro torna-se um comportamento voyeurista: o prazer da observação de intimidades alheias. Estas reminiscências transportam para o filme “Janela Indiscreta” de Alfred Hitchcock em que a invasão à privacidade é patente e a curiosidade trespassa a esfera privada. As janelas que se abrem, as paredes que se quebram e as portas que se escancaram mostram o ritmo diário do quotidiano feminino por entre espreitadelas ilegítimas e indiscretas. O vasculhar ilícito do observador ativo, que vigia a interioridade do espaço doméstico, é-lhe absolutamente prazeroso relembrando, também, os cenários íntimos impressionistas onde se fingia contemplar a anatomia feminina e representavam-se mulheres em situações privadas. O voyeur esconde-se por trás do óculo, cortina, nuvem, poeira, cela ou limoeiro representados no primeiro plano destas interioridades que revelam cenas da identidade feminina.


Esta série desvenda a essência e a pureza de um universo privado, restrito, pessoal e íntimo evocando e materializando lugares comuns que guardam histórias armazenadas na delicadeza das figuras. “Janela Indiscreta: interioridades” enfatiza a serenidade na Casa de um território proibido ao Outro perpetuando memórias pessoais entrelaçadas pela ambivalência: o interior e o exterior.


Lara Roseiro

Abril 2015


LARA ROSEIRO
LARA ROSEIRO
LARA ROSEIRO
LARA ROSEIRO
LARA ROSEIRO
LARA ROSEIRO

JANELA INDISCRETA: INTERIORIDADES

Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva - Ericeira

Curadoria: Helder Alfaiate Galeria Arte

23 de Maio a 21 Junho de 2015


#lararoseiro #helderalfaitegaleriaarte #casaculturajaimeloboesilva

5 views